Cordeluna - Élia Barceló

Título original: Cordeluna
Editora: Biruta
Ano: 2011
Nº de páginas: 310
Avaliação: ☻☻☻☻☺
Sinopse do SKOOB
Booktour Bookaholic
Espanha, Idade Média.
Sancho Ramírez é um guerreiro de Dom Rodrigo (mais conhecido como El Cid), que decide seguir seu senhor ao desterro, após o mesmo ser acusado injustamente de roubo pelo Rei Alfonso. Ao se despedir de sua família, Sancho ganha de seu pai uma espada que passou por várias gerações. A espada chama-se Cordeluna e ele não sabe o que ela possui de especial nem de onde ou por que surgiu, mas aceita e parte rumo às batalhas.

Depois de muitas lutas, ele retorna para o reino. E, na noite de um baile, Dona Brianda, viúva do conde, procura por ele para lhe fazer uma proposta. Ele aceita encontrá-la, mas antes disso acontecer, ele tem a visão mais perfeita de todas e nada mais tem importância para ele, a não ser aquela jovem dama, linda, doce. Basta apenas uma troca de olhar entre eles, para terem a certeza de que encontraram o amor de suas vidas e que irão se amar além da vida. Mas ela pertence à alta nobreza e é enteada de Dona Brianda, enquanto Sancho é apenas um guerreiro e objeto de desejo da madrasta de sua jovem donzela. Mesmo assim, farão de tudo para ficarem juntos. Sancho e Guiomar juram amor eterno sobre a espada Cordeluna e carregam no peito a prova desse amor para sempre. Dona Brianda, alimentada pelo ódio de ser desprezada por um simples cavaleiro e trocada por sua enteada, decide amaldiçoar o casal para que não possam ficar juntos jamais.

Espanha, atualmente.
Glória, Tina, Sérgio, Quique e vários outros jovens são selecionados para fazerem parte de um grupo de atores que interpretará a vida de Dom Rodrigo/El Cid. Todo o grupo viaja para um mosteiro antigo e ficam praticamente isolados do mundo, já que todos os dispositivos eletrônicos foram confiscados, a fim de fazerem com que os jovens entrem no “clima” da época. Sérgio e Glória sentem algo muito forte e inexplicável assim que se veem pela primeira vez. A princípio, eles ficam confusos, pois nunca sentiram isso antes e não acreditavam que pudesse realmente existir esse tal de “amor à primeira vista”, mas conforme o tempo vai passando, eles se aproximam e o que sentem um pelo outro se torna cada vez mais forte. Para complicar tudo, surge Bárbara, a monitora do grupo com quem Sérgio já havia se relacionado antes. Ela sente-se estranha e intensamente obcecada por ele e não aceitará, de forma alguma, ser trocada por Glória.

Descrevo esse livro com quatro palavras: mágico, sensível, encantador e surpreendente. Noventa e cinco porcento da sensibilidade presente nessa obra são resultado da narrativa maravilhosa da Élia Barceló, que conseguiu transmitir a intensidade e a beleza desse amor de forma perfeita e conquistadora. É impossível não se apaixonar pelos protagonistas, principalmente Sancho e Guiomar, e não torcer pelo amor dos dois casais.

O livro é narrado em terceira pessoa, o que nos ajuda a conhecer um pouco de cada personagem, através de “nossa” própria visão. Além disso, os capítulos são intercalados com acontecimentos do passado e os dias atuais. Com isso, a autora consegue prender a atenção do leitor até a última linha. Como eu lia mais antes de dormir, decidia que ia ler, no máximo, cinco capítulos, já que estes são bem curtos, mas ao fim dos cinco capítulos, eu já me via indo para o sexto e assim por diante, até que olhava o relógio e era obrigada a parar de qualquer jeito. E mesmo assim, dormia com aquela vontade de chegar a hora de reiniciar a leitura.

Uma coisa que me chamou muita atenção na leitura, foi a diferença perceptível nas diferentes narrativas. Nos capítulos que mostram os tempos antigos, os diálogos são mais formais, assim como era na época realmente, enquanto que nos capítulos de Sérgio e Glória, era notável a mudança na maneira como eles conversam, a linguagem mais atual, bem diferente de antigamente. Élia conseguiu exprimir essa mudança de forma equilibrada, sem deixar que ficasse forçado.

A única ressalva que faço aqui, e por isso não dou nota máxima ao livro, é que gostaria que a história de Glória e Sérgio tivesse sido mais explorada. A história dos jovens da época medieval é muito bem detalhada e por isso apaixonante. Foi muito fácil eu me apaixonar pela história deles. Mas na história atual, eu senti falta de algo mais. O amor à primeira vista já é algo repentino e o fato de não ter tido mais narrativas dos dois juntos, fez com que tudo se tornasse mais repentino ainda. Fora isso, o livro é excelente para todos, principalmente para aqueles que são amantes dos contos de fadas.

6 comentários

  1. Me deu vontade de ler e a sua resenha ficou maravilhosa, parabéns =) O livro parece ser ótimo e daqueles que me encantam, embora eu prefira livros com ambiente e linguagens mais atuais.

    Beijos, te espero no meu cantinho <3

    Garota sem Clichês
    @camyllaabreu
    FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camylla, bem-vinda ao blog! :)
      Obrigada pelo comentário e elogio. Eu adorei o livro mesmo. Não sou uma fãzona de cenários históricos como esse, mas Cordeluna foi a exceção. Apesar de ter essa característica, me conquistou muito e com certeza acho que vale super a pena ler. É uma história muito bonita! :)

      Excluir
  2. Oiee achei seu blog na lista de parceiros da editora autenticaa..tbm sou parceira deles agora rs..e gostei mt daqui..então to seguindo
    visita o meu e se gostar segue?
    beijocas
    http://cantinhodanina19.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cybelle, bem-vinda! Que bom que gostou do blog e obrigada pela visita e comentário. :)

      Excluir
  3. Não conhecia o livro e adorei sua resenha.
    O livro parece ser ótimo, mágico...gosto de livros assim. Vou pesquisá-lo um pouco mais, para ver se vou ler ou não.
    Beijos
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brubs, ele é realmente mágico. Envolve você de uma maneira tão delicada e natural que você só percebe quando está na última página do livro, querendo e necessitando de muito mais daquela história linda! *-*

      Excluir

 
Caroline Curi 2012-2013 Todos os direitos reservados ~ Design desenvolvido por Caroline Curi