Estigmas da Luz - Liana Cupini

Título original: Estigmas da Luz (Luz e Escuridão #1)
Editora: Above Publicações
Ano: 2010
Nº de páginas: 320
Avaliação: ☻☻☻☻☺
Sinopse do SKOOB
Exemplar cedido pela autora
Aurora e Tomas são internados em uma clínica para tratar de uma doença que lhes provoca manchas na pele. Depois de dois anos “preso” na clínica, longe da família e dos amigos e sem conseguir manter contato com os mesmos, Tomas começa a desconfiar do tratamento do Dr. Kuan e decide fugir com a ajuda de um grupo chamado “Sentinelas”.

Os “Sentinelas” são um grupo de nefilins - que são filhos de anjos com humanos - chefiado por Sarah. Gale também é um Sentinela e despertará um forte sentimento em Aurora. Sarah e Gale ajudam os gêmeos a fugirem da clínica e levam-nos para a Ilha Padma, no sul da Oceânia.

Aurora e Tomas são humanos, mas possuem poderes. Ele consegue mudar de cor, adquirindo as cores e características de quem quiser, enquanto ela consegue acessar as lembranças e memórias mais antigas das pessoas. Sendo assim, os Sentinelas veem neles a oportunidade de conseguir desvendar o mistério que mudaria todo o destino da humanidade e farão de tudo para conquistar a confiança e amizade dos gêmeos.

Mas Aurora, apesar de admirar aquele lugar e achar lindo, sentia que havia algo que talvez não soubesse explicar o que era exatamente. Além de não se sentir parte daquele lugar, sentia-se cada vez mais distante de seu irmão, pois ele estava cada vez mais diferente do que ela conhecia. Acreditou rapidamente em toda a história que os Sentinelas lhe contaram, e agora parecia pensar e agir como um Sentinela. Aurora temia em acreditar naquilo tudo e sentia falta de sua casa, sua família. Então, resolveu voltar para casa.

Amigos Inimigos - Vanessa Martinelli

Título original: Amigos Inimigos
Editora: Novo Século
Ano: 2012
Nº de páginas: 101
Avaliação: ☻☻☻☺☺
Sinopse do SKOOB
Exemplar cedido pela autora
Quando recebi esse livro, havia também um bilhetinho da Vanessa em que dizia para que eu lesse essa história com olhos de 12/13 anos, pois ela o escreveu para a filha e para quem inicia nesse mundo maravilhoso da literatura. Então, assim o fiz e me apaixonei! Pena que a história foi tão curtinha, haha.

Na infância, Maria e Jack eram muito amigos, mas conforme o tempo passou, eles cresceram, acabaram se afastando e agora vivem brigando e implicando um com o outro. Aquela famosa fase do clube do bolinha x clube da luluzinha. Até Maria e Jack começam a se reaproximar e um novo sentimento parece querer surgir.

Eu fiz o que a Vanessa pediu e li como se tivesse os meus 12 anos e adorei a história! É uma história bem simples e, por isso, se tornou tão encantadora. Maria e Jack me conquistaram tanto que fiquei com vontade de ler mais depois que o livro terminou. São 100 páginas que passam sem você sentir e, no fim, você pede mais. Tanto que deixo aqui o meu apelo para uma continuação da história desses dois adolescentes e de seus amigos também.

Pobre não tem sorte - Leila Rego

Título original: Pobre não tem sorte
Editora: All Print
Ano: 2009
Nº de páginas: 248
Avaliação: ☻☻☻☺☺
Sinopse do SKOOB
Exemplar cedido pela autora
Mariana é uma garota de classe média, que mora em Prudente/SP com os pais e a irmã mais nova. Ela namora Edu, um rapaz de família rica, e só tem amigas influentes. Mariana só pensa no status e está sempre preocupada em vestir as melhores roupas, comprar os sapatos mais caros e estar sempre “na moda”.

É quando ela e Edu decidem casar que tudo começa a acontecer na vida de Mariana. E ela vai precisar de uma grande reviravolta em sua vida para parar e refletir em suas atitudes e sua própria personalidade.

Mariana é daquelas garotas totalmente deslumbradas pelo mundo da moda e, consequentemente, pelo dinheiro. Quer sempre ter as melhores roupas, sapatos e quando alguma amiga, ou pior, inimiga, aparece com algum vestuário ou acessório que ela não possui, ela fica pra morrer! Como foi o caso de quando a mãe do Edu – a sogra jararaca – apareceu com um Prada Butterfly que, segundo Mariana, seriam os óculos do momento. Mariana só faltou desmaiar depois de ver sua inimiga com os óculos que ela tanto desejava, mas que não havia nem chegado à sua cidade ainda.

Esse jeito totalmente fútil da Mariana me irritou várias vezes. Ela tinha vergonha dos próprios pais e de onde morava e, por isso, não convidava ninguém, muito menos suas “amigas”, para irem à sua casa. Para ela, tudo girava ao redor de dinheiro, ela só falava disso, se preocupava com isso ou com o que as pessoas pensariam dela. E, apesar de saber que existe muita Mariana por aí, acho que nunca vi nenhuma tão fútil e infantil quanto a nossa protagonista.

Promoção A gente ama, a gente sonha

Como vocês devem saber, a Fabiane Ribeiro lançou seu novo e-book, A gente ama, a gente sonha no mês passado. Eu já recebi, mas ainda não li. Então, enquanto a resenha não chega, que tal tentar a sorte para ganhar o seu próprio e-book? A autora disponibilizou dois e-books e estarei realizando o sorteio da mesma forma que realizei o outro: um será através do facebook e o outro aqui pelo blog mesmo.

REGRAS (Facebook)
• Curtir a página do blog no facebook.
• Deixar o seguinte comentário nessa imagem: “Eu sonho que esse e-book será meu!”
• Compartilhar essa imagem em modo público.
• Na aba “Promoções”, clicar em QUERO PARTICIPAR.
SORTEIO: Assim que a página atingir 120 curtidas.

REGRAS (Blog)
Preencher corretamente o formulário abaixo, cumprindo as regras obrigatórias.
• Seguir o blog publicamente através do GFC.
• Twittar a frase da promoção.
O restante é chance extra e vocês preenchem se quiserem.
SORTEIO: Assim que o blog atingir 120 seguidores.

a Rafflecopter giveaway

Não esqueçam de participar do Feedback BCC. É rapidinho!

Beijos e batom - Mariana Mello Sgambato

Título original: Beijos e batom
Editora: Modo Editora
Ano: 2012
Nº de páginas: 287
Sinopse do SKOOB
Booktour Mariana Mello
Certamente, você já leu histórias sobre triângulos amorosos. Mas em Beijos e batom, Mariana quis agitar ainda mais e criou um verdadeiro redemoinho de relacionamentos. É claro que isso só poderia dar muita confusão e sofrimento, principalmente para nós leitores.

Gustavo, Beatriz, Daniel, Larissa, Sabrina e Yuri (ufa!) serão os principais responsáveis por nos fazer rir, chorar, sentir raiva, vontade bater em alguém... Enfim, um misto de sentimentos que nem você mesmo vai conseguir explicar. Os personagens são tão entrelaçados que eu não sei nem por onde começar, mas vamos tentar do início mesmo, haha.

Gustavo e Bia são irmãos gêmeos e moram com seus pais que vivem brigando. Eles são bem unidos apesar das briguinhas e implicâncias comuns de irmãos. Larissa é melhor amiga de Bia e ex-namorada de Gustavo. Daniel é melhor amigo de Gustavo, mas gosta de Bia, que também é apaixonada por ele. Isso não seria tão complicado se não fosse por um detalhe, Gustavo morre de ciúme da irmã e percebendo que algo pode surgir entre ela e seu amigo, ele resolve fazer um pacto com Daniel. Eles prometem que nunca irão ficar com irmãs, primas, namoradas e etc. do outro. Depois desse bendito pacto, Daniel começa a namorar Sabrina, que está indo estudar no mesmo colégio que ele, a fim de tentar esquecer Bia de uma vez por todas.
Foi por essa mudança repentina de comportamento que Gustavo se sentiu obrigado a conversar seriamente com Daniel durante o Ano Novo, para pedir-lhe que não tentasse nada com Bia, pois se algo acontecesse, sabia que isso afetaria a amizade dos dois.

Revenge

Em Revenge, Emily Thorne, cujo verdadeiro nome é Amanda Clarke, volta aos Hamptons para se vingar das pessoas que destruíram sua família e causaram a morte de seu pai. Quando Amanda era criança seu pai foi preso acusado injustamente de terrorismo, sendo julgado e condenado a prisão, onde acabou morrendo. Amanda sente que teve a vida destruída por essas pessoas que armaram contra seu pai, fazendo com que ela passasse sua infância na detenção juvenil. Quando completou 18 anos, ela foi solta e recebeu a herança de seu pai, além de uma caixa contendo detalhes sobre as pessoas que arruinaram a vida deles, assim ela muda seu nome e resolve se vingar de cada um deles.
Comecei a assistir Revenge por indicação de uma amiga e não sabia muito bem o que esperar da série. Li a sinopse e acabei me interessando, pois gosto de histórias como essa, além de não ter nada sobrenatural.

David Clarke foi acusado de um ato terrorista por culpa da família Grayson, e por causa disso, acabou preso e morto injustamente. Sua filha, Amanda Clarke (Emily VanCamp), acaba indo para a detenção juvenil e lá alimenta seu ódio e sua sede de vingança contra os Grayson. Após sair da detenção, Amanda recebe a herança de seu pai e uma caixa com um diário escrito por ele e detalhes sobre as pessoas que destruíram suas vidas. Com isso, Amanda Clarke se torna Emily Thorne (Emily VanCamp) e volta para a casa onde morava com seu pai a fim de dar início ao seu plano de vingança contra a família Grayson.

Victoria (Madeleine Stowe) e Conrad Grayson (Henry Czerny), casados há mais de vinte anos, são admirados pela sociedade que os classificam como um casal perfeito e exemplar. Têm dois filhos: Daniel (Joshua Bowman) e Charlotte (Christa B. Allen). No início da série, Daniel volta de uma temporada longe de casa depois de um acidente que provocou e quase deixou tetraplégica a sua namorada da época. Conforme o tempo vai passando, Daniel vai demonstrando cada vez mais ser um verdadeiro Grayson, o que ele sempre negou que seria. Mostra-se sem personalidade e opinião e influenciável pelas mentirosas histórias dramáticas de sua mãe e/ou pelos apelos morais de seu pai imoral. Caçula do casal, Charlotte é uma adolescente rica normal, mas com o avanço da série, ela começa a demonstrar comportamentos atípicos da família Grayson. Ou pelo menos, aos olhos da sociedade.

Conrad e Victoria são capazes de tudo para limpar o nome da família e não foi à toa que fizeram com que David Clarke fosse acusado pelo atentado que ele não cometeu. Mas, pior do que Victoria, Conrad é capaz de prejudicar os próprios filhos se estes estiverem bloqueando o seu caminho. Com poder e dinheiro à disposição, o patriarca da família não mede esforços para que todos os seus planos sigam em perfeita ordem e a sua vitória seja garantida.

Nova Parceria: Ariane F. Nascimento

Pessoal, muitas e muitas desculpas pelo sumiço, pela falta de atualização aqui. Estou meio enrolada e nem tenho conseguido ler direito ultimamente, mas prometo que tudo voltará ao normal nos próximos dias. Bom, estou aqui hoje para divulgar uma nova escritora parceira do blog: Ariane F. Nascimento.

Ariane F. Nascimento
Ariane F. Nascimento, mora em São Paulo/SP. É uma grande fã de Anne Rice e J. K. Rowling e apreciadora de música, não vivendo sem um bom rock nos ouvidos. Beijos de Sangue é seu primeiro livro e ela não pretende parar por aí; afinal, está, como qualquer escritor, em busca da felicidade nas palavras.










BEIJOS DE SANGUE
Editora: Independente
Ano: 2012
Nº de páginas: 112
Sinopse: Robert Damien foi convocado para uma luta; uma luta num mundo no qual ele, agora, pertencia. O mundo mortal e sanguinário dos vampiros. Esta luta, na verdade, era de Alec o vampiro que trouxe Robert para essa nova realidade. O motivo para a briga com o tricentenário Lanson era Rosane, filha de Alec. O saudoso e protetor pai faria qualquer coisa para ter a filha de volta; e estava, de fato, fazendo tudo o que podia. Com os singulares irmãos Desmond e Joseph, a controlada Pearl e a humana Beatrice, Robert ajudará seu criador a ter o que ele mais deseja; e, em meio a isso, poderá ele mesmo encontrar o que realmente quer.


E não esqueçam de participar do Feedback BCC. É rapidinho!

Comprando pela capa #4

Meme criado por Camila Darc do blog No Limite da Leitura com um único objetivo: apresentar livros que o blogueiro compraria somente pela capa. Não analisando conteúdo, resenha, autor ou sinopse.

Depois de vários domingos sem essa coluna, ela está de volta com capas que eu achei maravilhosas!


Feedback BCC!

O blog está prestes a completar cinco meses e, por isso, procuro estar sempre em busca de melhorias para o agrado de vocês, leitores. Então, nada mais justo do que deixar vocês mesmos opinarem sobre o blog e o que vocês esperam do mesmo. Para que todos sintam-se à vontade, não é necessário nome, redes sociais, blog, nada disso. Apenas a opinião sincera de vocês para que eu possa melhorar cada vez mais o conteúdo do blog. Agradeço desde já à todos que aceitarem em colaborar com a pesquisa!

A filha da minha mãe e eu - Maria Fernanda Guerreiro

Título original: A filha da minha mãe e eu
Editora: Novo Século
Ano: 2012
Nº de páginas: 272
Avaliação: ☻☻☻☻☺
Sinopse do SKOOB
Quando adquiri esse livro, tive que escolher entre ele e Branca de Neve e o Caçador e depois de lê-lo, tive a certeza de que havia feito a escolha certa. A filha da minha mãe e eu é um livro completo, emocionante, tocante. Um livro que vai muito além da última página, pois apesar de terminá-lo, você ainda ficará muito tempo refletindo sobre a história de Helena e Mariana.

Maria Fernanda Guerreiro nos apresenta uma família um tanto delicada, mas apesar de alguns desentendimentos, se mantém, de alguma forma, unida. É Mariana quem nos conta a história de sua família. O livro começa com ela descobrindo que está grávida e isso a faz refletir sobre sua vida. Assim, ela começa contando toda a sua relação com sua mãe, Helena, desde os seus cinco anos de idade.
Quando vi as duas listras azuis no teste de gravidez, tive uma certeza: preciso me sentir filha antes de me tornar mãe. Porque uma parte da minha alegria era inventada e, a outra, não era minha.
Para Mariana, a sua mãe ama somente seu irmão, Guga, pois toda a atenção é voltada para ele e quando eles brigam, não importa se ela não tem culpa, os dois são punidos. Isso faz com que Mariana se apegue cada vez mais ao seu pai, Tito, o que acaba gerando ciúme em sua mãe.
Naquela tarde, descobri que não são os fatos, mas suas interpretações que fazem as pessoas sofrerem.
- Olha aqui, Mariana, presta atenção porque vou falar uma só vez: quem tem que dar o último beijo no seu pai sou eu e não você! Eu sou a esposa dele! Você é a filha. Ponha-se no seu lugar, você está me entendendo?
Foi Tito quem ensinou, auxiliou e amparou Mariana na maioria das vezes. Foi para ele que ela contou quando menstruou pela primeira vez e ele comprou seu primeiro absorvente. Foi ele quem lhe ensinou a ver as horas. E quem a confortou diversas noites antes de dormir quando ela se queixava da falta de amor por parte de sua mãe. Tito é o pai exemplar, aquele que está sempre ao lado de seus filhos, estejam certos ou errados, felizes ou tristes e eles o reconhecem por isso, principalmente, Mariana.

Resultado da Promoção Corações em Fase Terminal


Parabéns, Gabrielle! Você tem até 48 horas para responder o e-mail que lhe foi enviado. Caso contrário, o sorteio será refeito. Obrigada à todas as pessoas que participaram! :)

Socorro, meu príncipe virou sapo - Francilangela Clarindo

Editora: Multifoco
Ano: 2012
Nº de páginas: 50
Avaliação: ☻☻☺☺☺
Sinopse do SKOOB
E-book cedida pela autora
Quando recebi esse e-book da Francilangela, eu imaginava que fosse uma história sobre adolescentes e suas decepções amorosas, porém quando comecei a lê-lo, percebi que era totalmente diferente daquilo que eu esperava.

Socorro, meu príncipe virou sapo começa com Wina contando sobre quando ela tinha quinze anos e sua professora pediu para que todos os alunos escrevessem seus sonhos em um papel e guardasse para abrirem quando tivessem o dobro de suas idades. O sonho de Wina era encontrar um príncipe encantado com direito a cavalo branco e tudo mais.

Hoje, com quarenta anos, durante uma faxina, Wina encontra o papel com seu sonho e começa a refletir sobre tudo o que aconteceu em sua vida em todos esses anos e se realmente conseguiu encontrar o seu príncipe encantado.

O livro possui apenas 50 páginas e acho que poderia ser mais longo. Tem uma história bem legal e, com certeza, se tivesse sido mais desenvolvida, agradaria muito mais e seria mais completa. Os capítulos são elaborados de forma muito superficial e rápido, sem muito prolongamento e aprofundamento no tema. Achei que a autora pecou bastante nessa parte, pois se escrito com mais detalhes, daria um ótimo livro e uma leitura bem agradável.

Mais que um livro, SMPVS é uma ótima reflexão, pois Wina começa a pensar em todas as coisas que aconteceram em sua vida, e com ela, eu também acabei parando para refletir um pouco sobre coisas que aconteceram comigo desde os meus quinze anos de idade. Nossos sonhos da época, nossas expectativas para nossas vidas daqui a dez, vinte, trinta anos. Tudo muda constantemente tanto em nossas vidas, quanto em nosso interior. Estamos sempre renovando os nossos desejos, nossos anseios e tudo aquilo que enxergamos para nós em um futuro próximo ou, talvez, nem tão próximo assim. Ou, até mesmo, mais rápido do que poderíamos imaginar.

Primeira Editora Parceira

Grupo Editorial Autêntica
A Autêntica Editora, criada em 1997 com foco em publicações acadêmicas, se consolidou no mercado editorial brasileiro e diversificou seu escopo ao longo desses quase 15 anos de atividades. Para continuar fiel à sua perspectiva de lançar livros de qualidade, buscar assuntos inovadores e, ao mesmo tempo, atender às demandas de seus públicos, a casa passa a ser, em 2011, um grupo – o Grupo Editorial Autêntica. Com títulos em áreas variadas, o grupo possui agora três editoras: a Autêntica Editora, com foco em livros nas áreas de Ciências Humanas e literatura infantil; a Editora Gutenberg, criada como selo em 2003, com títulos de interesse geral; e a Editora Nemo, um projeto recente, destinado à publicação de quadrinhos.

AUTÊNTICA EDITORA
O RAMO, O VENTO (Octavio Paz)
ISBN: 9788565381703
Nº de páginas: 24
Sinopse: Esse livro apresenta poemas do consagrado poeta e ensaísta mexicano Octavio Paz, sobre o valor do efêmero que se pode perceber num pássaro que canta sobre o ramo de uma árvore ou no vento que balança as folhas.





EDITORA GUTENBERG
APAIXONADA POR PALAVRAS (Paula Pimenta)
ISBN: 9788565383752
Nº de páginas: 160
Ano: 2012
Sinopse: Muito antes de se tornar conhecida por seus romances juvenis das séries Fazendo meu filme e Minha vida fora de série, Paula já escrevia crônicas, muitas publicadas em sites literários. Agora, várias delas estão reunidas nesta obra, em que a protagonista não é Fani nem Priscila: desta vez, é Paula Pimenta por Paula Pimenta. Narrado em primeira pessoa, o livro reúne 55 crônicas, que descrevem seus sentimentos, suas experiências e suas reflexões. Com a mesma eloquência e fluidez que caracterizam seus romances, Paula Pimenta revela aqui a si própria, com relatos, ideias e comentários, de forma clara e envolvente.


NECRÓPOLIS 1 - A FRONTEIRA DAS ALMAS (Douglas MCT)
ISBN: 9788565383684
Nº de páginas: 296
Ano: 2012
Sinopse: Necrópolis, série de Douglas MCT, apresenta ao leitor as aventuras fantásticas de Verne Vípero, um rapaz cético que confronta sua descrença ao descobrir a possibilidade de salvar e resgatar a alma do irmão. Neste primeiro volume, Verne e seus aliados – um monge renegado, um ladrão velocista, uma mercenária deslumbrante e um homem-pássaro suspeito – rumarão até Necrópolis e conhecerão um novo mundo e novas criaturas, em uma aventura emocionante e assustadora. Com personagens instigantes e uma história fantástica recheada de emoções e terror, o leitor se sentirá na companhia de Verne, adentrando e desbravando um mundo fantástico cheio de batalhas e de um perigo sobrenatural.

Novas Parcerias #2

Oi, pessoal! Estou muito feliz em mostrar hoje as mais novas parcerias do blog.

Michel Fonseca
Michel nasceu no Rio de Janeiro no ano de 1981, cidade onde vive até hoje com o seu filho. Estudou e morou no bairro de Copacabana. O Escritor que é formado em marketing é conhecido pelo seu bom humor, carisma e grande criatividade. Um amante de ficção cientifica com um conceito curioso sobre o gênero, fazendo religião e ciência andarem lado a lado.








TORRE (OS SETE CAVALEIROS DE ALGORD #1)
Editora: Multifoco
ISBN: 9788879617096
Nº de páginas: 222
Ano: 2011
Sinopse: A Torre é o primeiro livro da saga Os Sete Cavaleiros de Algord e conta a historia de Mick Fronsac e seus seis amigos que são abduzidos para Galáxia Irione, mais precisamente para o planeta Tood-Sil’s, assim que chega Mick conhece a jovem Celina D’Kiet, mas logo são separados pelo Capitão Silk Aydu que leva Mick para o palácio Sil’s. Lá ele reencontra seus amigos e conhece o General Ivaniv Koor, que conta que eles são a reencarnação de sete cavaleiros que viveram em um planeta chamado Algord e que a misteriosa morte deles deu origem ao Império Sarac que domina a galáxia há mais de vinte anos sob a liderança do Imperador Telvarius Sarac. Koor pede para eles se aliarem ao RAS “Revolução AntiSaracsista” que tem como seu principal objetivo derrubar o Império Sarac e devolver a liberdade para a galáxia, os sete jovens aceitam e se aliam ao movimento, começando assim um intenso treinamento de combate e de adaptação ao seu novo mundo. Os Sete Cavaleiros de Algord iniciam uma guerra para reconquistarem a Torre de onde partem os Mops galácticos que cruzam o universo e que podem levá-los de volta para casa, mas ela foi dominada pelo império, que deseja utilizar os mops para expandir seu domínio pelo universo.


FACE A FACE (OS SETE CAVALEIROS DE ALGORD #2)
Lançamento em novembro de 2012.
Sinopse: Face a Face é o segundo livro da saga Os 7 Cavaleiros de Algord onde cinco meses após a reconquista da Torre, Morales e Luiz são enviados ao planeta Ocheam com a missão de investigar o envolvimento do Império Sarac com os Piratas Galácticos no fornecimento de minério de lars para o império, sendo que este metal é somente comercializado pelo ganancioso Drirom Rentor. Em meio a essa investigação eles acabam descobrindo que o império mantem secretamente uma fábrica de armas em uma região remota do planeta Ocheam e que o minério contrabandeado abastecia a fábrica. Mas a missão dos cavaleiros foi interrompida com uma mensagem do General Ivaniv Koor, que ordenou para que os dois retornassem a Tood-Sil’s para se reunirem aos outros e partirem para o planeta Algord. Em Algord os cavaleiros ativam as sete torres para recebem uma mensagem holográfica do falecido rei de Algord Ted Tolemam que os ajudariam a desvendar o enigma sobre a morte dos Sete Cavaleiros de Algord. Mas a aparição de um misterioso cavaleiro abalará definitivamente os objetivos do RAS (Revolução Anti-Saracsista) fazendo Silanos e Ocheaneses se unirem aos Cavaleiros de Algord mais uma vez para destruírem a fábrica de armas e descobrirem a identidade do misterioso cavaleiro das sombras.

Novidades #2: Lagoena - Laísa C.

No dia 4 de outubro, estreou a série literária Lagoena, no site BookSérie. A obra de ficção fantástica publicado em formato de série virtual é o primeiro romance da autora Laísa C., influenciada pelas obras clássicas de fantasia, contos de fadas e lendas locais que conhecia desde criança, esboçou os primeiros capítulos da obra com o intuito de apresentar aos leitores uma idéia original e mágica como encontrou em tantos outros autores que admira. Lagoena é apresentada ao leitor por temporadas e episódios. A primeira temporada intitulada A Terra Secreta tem 14 episódios completos. A segunda intitulada A Pequena Guardiã, estreou dia 7 de fevereiro. Hoje, a série virtual tem duas temporadas expostas na íntegra. O site BookSérie disponibiliza um episódio por dia para leitura que é online e totalmente gratuita.
Twitter | Skoob | Blog

CONHEÇA A SINOPSE DA OBRA
Rheita era a única neta de um joalheiro falido. Seu pai havia desaparecido antes da menina nascer e sua mãe falecera no parto quando lhe dera à luz. Morava num país pequeno e isolado, muito ao norte, conhecido como Reino do Vinagre, numa época em que os lampiões ainda iluminavam as ruas de tijolos. Ainda em luto e rancoroso, Dordi Gornef, o velho joalheiro, por 10 anos mantinha em segredo uma grande descoberta: o significado da marca de um S que Rheita carregava na palma da mão. A menina, desde recém nascida, fora educada a usar uma luva na mão direita, para esconder um suposto defeito de nascença dos olhares curiosos... Porém, num certo dia, os esforços do joalheiro para manter o segredo não foram mais úteis. Rheita, que se tornou uma menina muito curiosa e inteligente, acabou encontrando um misterioso Mapa Mágico no abandonado quarto da falecida mãe e desde estão resolveu descobrir o que ele escondia, pois suspeitava que o desaparecimento do pai houvesse relação com o artefato mágico. A partir desse momento, sua vida fica totalmente ligada a ele e através de um chamado do destino Rheita e seu mais novo amigo, Kiel, embarcam numa aventura repleta de segredos ainda maiores, para além de outro mundo, para LAGOENA, A Terra Secreta que corre um grande risco de não mais existir, cabendo à menina salvá-la e proteger o tesouro do mapa da cobiça de um imperador amaldiçoado.

Entrevista: Adriana Vargas


Oi, pessoal! Trago uma entrevista com uma utora parceira que foi muito gentil e super atenciosa em responder as minhas perguntas. Adriana Vargas é autora de obras como O Oitava Pecado, O Voo da Estirpe, O Segredo de Eva, entre outros.
Site: www.escritoraadrianavargas.blogspot.com.br
Skoob: www.skoob.com.br/autor/5903-adriana-vargas
Li que você, aos treze anos de idade, escreveu o seu primeiro romance. Como foi isso? E como começou seu interesse pela escrita?
Na verdade, foi com oito anos de idade, que comecei a rabiscar as primeiras histórias, na época, infantis. Aos treze, escrevi o primeiro romance. Fui inspirada pelos livros que lia e meus pais compravam para que ajudasse em meu conhecimento, que na época, eram enciclopédias infantis, barsa, biografias de celebridades e a coleção de Monteiro Lobato. Aos treze anos, comecei a ler os clássicos e me apaixonei por livros da Agatha Christie e Sidney Sheldon. Na adolescência, ainda tive inspiração de Clarice Lispector e Nietzsche, o que se estendeu até a faculdade, onde li muito Platão e Hanna Arend. Esses foram meus grandes inspiradores e mestres literários. Escrevia escondido e à mão, tinha vergonha de expor o que traçava nas linhas. Meus pais sempre foram muito rígidos em relação aos meus estudos, e acreditavam que escrever poderia me desviar a atenção da escola, o que mais tarde veio a acontecer, pois deixei tudo para trás, para poder me dedicar a escrita, mesmo sabendo que no Brasil, passamos há muito tempo, por um déficit literário, porém, descobri que a minha busca pela felicidade se resume em estar bem comigo mesma, fazendo o que me realiza e me completa.

Quando você começou a escrever profissionalmente?
Não me considero uma profissional na escrita, pois isso me tira a liberdade de escrever o que gosto e me sinto à vontade para criar. Tenho o meu tempo para a criação, me baseando naquilo que surge espontaneamente, sem seguir modelo ou modismo. Gosto da literatura Fantástica, sempre norteando pelo tema – amor e o que há de mais submerso no ser, para dar vida aos personagens.

Em algum momento você pensou em desistir?
Sim, várias vezes. Sentia-me incompreendida. As portas nem sempre foram abertas ou receptivas aos anseios que eu buscava. Formar um público é algo lento e requer tempo e espaço, e isso é fundamental para a continuidade e motivação de um escritor. Somente com amadurecimento e buscando a sua própria identidade na caracterização de sua escrita, que um autor consegue alcançar este objetivo, e acredito, que ainda estou neste processo.

Você é formada em Direito. Por que decidiu por esse curso?
Gosto do senso de Justiça. No Direito, eu aprendi a respeitar meus próprios limites e o limite do outro. Sempre fui voltada às causas sociais e através deste curso, me envolvi com projetos comunitários e estive em contato com a prática da sociologia, o que me ajuda muito hoje em minha escrita. Também conheci os ícones da literatura filosófica, o que me formou como cidadã e pessoa de direito em uma sociedade. Inicialmente, eu sonhava em ser Promotora de Justiça. Estudava muito, madrugadas a fio, mas o traço característico de escritora não me deixava em paz. Tudo que estudava e lia, tinha que transcrever para um caderno, queria ter minha própria opinião sobre o assunto, até que voltei à escrita de meus próprios temas e não abandonei mais.

Antes Tarde que Mais Tarde - Liana Cupini

Título original: Antes Tarde quer Mais Tarde
Editora: Above Publicações
Ano: 2011
Nº de páginas: 112
Avaliação: ☻☻☻☻☺
Sinopse do SKOOB
Exemplar cedido pela autora
Liana Cupini é autora parceira aqui do blog e me enviou dois livros seus, o ATMT e o Estigmas da Luz, que terá resenha em breve. Antes Tarde que Mais Tarde é um chick-lit bem leve, rápido e muito divertido. A história foi me envolvendo rapidamente e em vários momentos me via soltando risadas com os personagens que são muito carismáticos.

Karla Kristina está prestes a completar 30 anos e tudo na sua vida precisa mudar. Sofreu uma decepção amorosa depois de quatro anos de relacionamento que abalou a sua vida e a partir daí, tudo desandou para ela. Karla é formada em Direito, mas trabalha como operadora de telemarketing e acomodou-se em sua vida simples e sem graça.
E não ache você que sou uma pessoa que espera ou acredita em príncipes encantados. Aos trinta anos, eu já estou me contentando com qualquer sapo que aparecer na minha frente.
Mas quando completa 30 anos, Karla ganha uma participação no programa Repaginada (programa no estilo de Esquadrão da Moda) e além de receber uma mudança no visual, o seu apartamento e o guarda-roupas também mudaram bastante. Depois disso, Karla resolveu criar uma lista com 30 coisas que ela queria fazer até completar 35 anos.

Comprando pela capa #3

Meme criado por Camila Darc do blog No Limite da Leitura com um único objetivo: apresentar livros que o blogueiro compraria somente pela capa. Não analisando conteúdo, resenha, autor ou sinopse.


Como foi a sua Bienal do Livro (SP)?


A 22ª Bienal do Livro de São Paulo vai acontecer entre os dias 9 e 19 de agosto, das 10h às 22h, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. No site da Bienal estão todas as informações e toda a programação já disponível. Como eu moro no RJ, não estarei presente nessa bienal, mas sei que muitos moram em SP e irão marcar presença no evento (outros não moram, mas também irão). Então, para essas pessoas, deixo aqui o pedido e convite para que vocês, se puderem e quiserem, mandem tipo um post com ou sem fotos, contando como foi a sua aventura no evento, os estandes que visitou, quem você viu etc. Eu gostaria de colocar aqui no blog os posts enviados por vocês para que os leitores que não comparecerão, possam, através de seus relatos, desfrutar de alguma maneira o gostinho desse mundo maravilhoso que é dentro de uma Bienal.

Bom, eu espero que vocês possam fazer isso por mim e por aqueles que também não irão. Eu gostaria muito de ir e preparar um post bem legal e completo mostrando os estandes, as palestras, toda a arrumação, que também é muito importante para atrair as pessoas, os autores que estarão presentes... Enfim, tudo aquilo que nós esperamos encontrar quando nos preparamos para um evento como esse. Mas como eu não poderei marcar presença, deixo o meu pedido para quem for e puder contar-nos como foi.

Então, para quem se interessar e topar fazer isso, basta escrever um exemplo de post e enviar para blogccuri@hotmail.com com BIENAL DO LIVRO no campo Assunto. Procurarei escolher postagens de pessoas diferentes para cada dia, na medida do possível. E não esqueçam de colocar o nome de vocês e o dia que vocês foram.

Adoraria muito fazer isso dar certo, mas depende muito mais de vocês do que de mim, então espero poder contar com a colaboração de cada um. Bom evento para todos que forem e divirtam-se bastante!

Garota Replay - Tammy Luciano

Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Nº de páginas: 144
Avaliação: ☻☻☻☺☺
Sinopse do SKOOB
Ganhei esse livro no sorteio do blog Leitura entre Amigas e logo que ele chegou, eu já comecei a leitura e terminei bem rápido. Desde então, estou para escrever a resenha e não conseguia de jeito nenhum. Não sei ao certo o motivo, mas eu estava muito travada para escrever sobre esse livro. Eu conheci o trabalho da Tammy quando li Sou Toda Errada e desde o início achei a sua narrativa excelente. Ela escreve de um jeito que é impossível não nos identificarmos ou interagirmos com as personagens. Uma coisa que eu percebi de comum entre as protagonistas das duas histórias é que tanto uma quanto a outra possuem muitos conflitos internos, digamos assim. E por causa disso, elas acabam tendo atitudes descontroladas ou infantis na tentativa de ‘descarregar’ a insatisfação com os seus problemas.

Em Garota Replay, Thizi mora praticamente sozinha no apartamento dos pais, pois eles fazem uma viagem atrás de outra a fim de conhecer vários lugares. Além disso, ela largou a faculdade de Administração e passa por uma fase muito complicada em seu relacionamento com Tadeu. Após ver uma foto de Tadeu beijando outra em uma festa, Thizi acaba descobrindo o que todos já sabiam e só ela não queria enxergar: Tadeu é um canalha. Eles começam a discutir no meio da festa e Tadeu acaba dando um soco no nariz de Tito, que é o melhor amigo da Thizi e foi quem tirou a foto da traição. Com raiva e completamente alcoolizado, Tadeu volta da festa dirigindo e causa um grave acidente. Seu amigo, Gabiru, que estava com ele dentro do carro fica em coma.

A partir daí que se iniciam as confusões na vida de Thizi. Numa bela noite, ela decide sair, pois ganhou um carro novo e está a fim de estreia-lo. Então, ela vai para uma boate a fim de espairecer, se divertir e tentar esquecer todas essas tragédias acontecendo ao seu redor e é lá que ela encontra a sua replay. Uma garota idêntica a ela fisicamente, mas com o cabelo mais bonito, as roupas mais elegantes e parecia muito mais feliz. Na segunda vez em que se esbarram, elas combinam de se encontrar para conversarem e esclarecerem tudo. É então que Thizi terá uma surpresa ao descobrir quem é aquela garota e o que está por trás de todos esses acontecimentos.

Nova coluna do blog + Promoção Corações em Fase Terminal [Encerrada]

Pensando em criar algumas coisas que possam movimentar um pouco mais o ritmo do blog e que preencham os dias sem nenhuma postagem, resolvi adquirir mais uma coluna. Esta será postada toda quarta-feira e só funcionará com a participação de vocês, leitores. Não sei se já existe essa coluna em outros blogs por aí, mas resolvi adicionar isso aqui no blog para que possamos nos conhecer melhor através de nossas preferências de leitura e para que tenhamos a oportunidade de interagirmos uns com os outros. Abaixo estão todas as informações sobre a coluna e como fazer para participar.

COLUNA: QUOTES DA SEMANA
COMO IRÁ FUNCIONAR: toda quarta-feira serão postados os dez melhores quotes enviados por cada um de vocês de acordo com o “tema” de cada semana. (Exemplo: TEMA: livros que comecem com a letra B.)
COMO PARTICIPAR: vocês terão uma semana para enviar os seus quotes por e-mail. Cada leitor pode mandar quantos quotes quiserem, mas para ficar justo só um de cada irá para o blog, a não ser que não complete o número de 10 quotes para o post, então pode acontecer de uma pessoa ter dois ou mais quotes postados naquela semana.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
• Dentre os dez quotes selecionados, será sorteado um para ficar exposto na barra lateral do blog durante a semana.
• Todos os quotes de vocês deverão ser enviados para o e-mail blogccuri@hotmail.com com QUOTES DA SEMANA no campo “Assunto”.
• Não esqueçam de adicionar no e-mail as suas informações (seu nome e blog, se tiver) e as informações do(s) livro(s) (nome, autor e a página do quote).

TEMA DA PRIMEIRA SEMANA: LIVROS DE AUTORES NACIONAIS.

Comprando pela capa #2

Meme criado por Camila Darc do blog No Limite da Leitura com um único objetivo: apresentar livros que o blogueiro compraria somente pela capa. Não analisando conteúdo, resenha, autor ou sinopse.


Sombras (Trilogia das Sombras #1) - Jessica Verday

Título original: The Hollow
Editora: Rocco
Ano: 2011
Nº de paginas: 480
Avaliação: ☻☻☺☺☺
Sinopse do SKOOB
Ganhei esse livro em um sorteio do blog Viagem Literária há muito tempo, porém ainda não tinha tido a chance de lê-lo. Não o conhecia, mas quando li a sinopse, fiquei instigada e curiosa para conhecer a história de Abbey. Muitos elogiaram a capa do livro, porém eu não posso fazer o mesmo. Não que eu tenha achado feia, pelo contrário, é muito bonita mesmo. Mas eu, particularmente, não gosto, na maioria das vezes, de capas com rostos ou pessoas de forma clara. A capa é bonita, as cores são lindas e até tem sintonia com a história, só não gosto mesmo é do rosto. Enfim, gosto é gosto.

O livro começa com Abbey despedindo-se de sua melhor amiga, Kristen. Na verdade, o que há naquela cerimônia de despedida é apenas um caixão, não havia corpo algum. Kristen tinha desaparecido e muitos na cidade acreditavam que ela se jogou da ponte e pulou no rio. Abbey tinha certeza que sua melhor amiga jamais faria isso. Aquele lugar era o preferido das duas e haviam feito a promessa de que nunca iriam para lá sem a companhia da outra.

Você não pode fazer um velório se não há um corpo. E ninguém pode ter saído para sempre de sua vida se você não se despediu, se não houve um velório. É simples assim. Aquilo tudo era apenas uma encenação. Cenas das quais participávamos juntos...

Em meio a tanta dor e saudade, aparece Caspian, um garoto que exala beleza, sensibilidade e está sempre ao lado de Abbey para ajudá-la, principalmente quando é para distraí-la e tentar fazê-la adormecer aquela dor tão agonizante. Abbey e Caspian se aproximam cada vez mais e a relação entre eles vai ficando mais forte.

Quando se conhece alguém, naturalmente descobrimos com o tempo coisas sobre essa pessoa, mas esse não é o caso dos dois. O tempo passava e Caspian nunca falava nada da sua vida para Abbey. Ela não tinha nem ao menos um número de telefone para que pudesse ligar e encontrá-lo mais facilmente.

Comprando pela capa #1

Primeira coluna do blog que será postada todo domingo.
Meme criado por Camila Darc do blog No Limite da Leitura com um único objetivo: apresentar livros que o blogueiro compraria somente pela capa. Não analisando conteúdo, resenha, autor ou sinopse.


Resultado da Promoção 50 seguidores

Pessoal, desculpem o sumiço, mas é que estou com trilhões de coisas para fazer ao mesmo tempo e quase não estou conseguindo ligar o computador! Aproveitei que estava perto de atingir o número de 50 seguidores e resolvi esperar para poder encerrar a promoção dos marcadores e poder divulgar logo aqui.

Então, finalmente, a primeira promoção do blog chega ao fim, pois este número de 50 seguidores foi atingido. Estou muito feliz com isso, sinal de que o blog está crescendo cada dia mais. Queria agradecer muito a todo mundo que participou e para quem não ganhou dessa vez, muitas outras promoções virão por aí. Sem mais enrolação, divulgarei o resultado.

Entrevista: Fabiane Ribeiro


Oi, pessoal! Hoje posto uma entrevista com Fabiane Ribeiro, autora de Jogando xadrez com os anjos e Corações em Fase Terminal. Fabiane é muito simpática e atenciosa, todas as vezes que entrei em contato, ela foi mega solícita e sempre se disponibilizou a ajudar sem problemas.
Site: www.fabianeribeiro.com.br
Blog: www.reinoxadrez.blogspot.com
Twitter: @fabiribeirovet

Para começar, quem é Fabiane Ribeiro?
Eu tenho 24 anos e atualmente vivo no estado de São Paulo, onde nasci. Sou graduada Médica Veterinária e completamente apaixonada pelas palavras e pelos animais. Costumo dizer que sou alguém que acredita, acima de tudo, que cada um tem um caminho a trilhar – um caminho que o fará contribuir de alguma forma para o mundo. Então, tento passar algo de bom através de minhas histórias e meus personagens.

Você escreve desde muito nova?
Não. Confesso que comecei a escrever recentemente. Eu sempre amei ler e escrever, mas confesso que nunca sonhei em ser escritora. Eu estava no quarto ano de faculdade de Medicina Veterinária, quando fiquei doente e parei os estudos por um tempinho. Nessa época, em meio a momentos difíceis, escrevi dois livros. Um deles é o romance “Jogando xadrez com os anjos”, minha primeira obra publicada. Desde então, a literatura passou a fazer parte da minha vida e dos meus sonhos e se tornou uma profissão.

Li que você já morou em São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Algum motivo especial para essas mudanças?
São Paulo foi onde nasci e vivi até os dezoito anos. Depois fui para Minas e Paraná em decorrência dos meus estudos de Veterinária. Sou graduada desde 2011, embora não exerça a profissão.

A outra face - Sidney Sheldon

Título original: The Naked Face
Editora: Record
Ano: 1985
Nº de páginas: 239
Avaliação: ☻☻☻☻☻
Sinopse do SKOOB
Eu já começo os livros do Sidney Sheldon com minhas expectativas no nível máximo. Sei que sempre me surpreenderei com suas obras e, graças a Deus, o resultado é sempre positivo. Estava com esse livro na minha estante desde o meu aniversário do ano passado (novembro) quando meu irmão me deu de presente, mas estava lendo outros livros e depois veio a faculdade, as provas, livro para a faculdade, enfim... Absurdamente, ele ficou esquecido lá no meio dos outros livros. Tinha terminado de ler Conte-me seus sonhos e estava empolgadíssima, então quis ler mais um dele, por isso duas resenhas do mesmo autor em tão pouco tempo, mas prometo que a próxima demorará bastante. Apesar das minhas altas expectativas, resolvi fazer uma leitura despretensiosa e, como sempre, Sheldon me surpreendeu muito. Devorei o livro em pouquíssimo tempo.

Sabe quando o livro já começa com ação e no desenrolar da história, você mesmo se sente cada vez mais preso nela e anseia por todas as respostas que precisa encontrar? Em A outra face, Judd Stevens, um psicanalista bem-sucedido, sente-se perseguido e tem certeza de que alguém quer matá-lo. O livro já começa com John Hanson, um de seus pacientes, sendo morto. Depois, sua secretária, Carol Roberts, é encontrada morta no consultório de Judd. E é então, que Judd começa a perceber estranhos acontecimentos que o ameaçam o tempo todo. Ele decide contatar a polícia e contar tudo que está acontecendo. Mas para seu azar e infelicidade, ele torna-se o principal suspeito dos assassinatos. O tenente McGreavy e o detetive Angeli são os encarregados de investigar todo o caso. E McGreavy não acredita em nada do que o doutor diz, e para piorar, deixa bem claro que, para ele, o assassino é o próprio Dr. Stevens e que fará de tudo para prendê-lo por todos esses crimes. Fiquei nervosa e com vontade de entrar na história para torcer o pescoço desse tenente. Ele estava cego de raiva, pois alguns anos antes, durante um assalto a uma loja, ele fora baleado e seu parceiro morto pelo assaltante. O advogado do assaltante alegou insanidade e o Dr. Stevens, encarregado de examiná-lo, constatara que o bandido realmente tinha problemas mentais, fazendo com que ele escapasse da pena de morte e fosse mandado para um asilo de doentes mentais. E McGreavy jamais o perdoou por isso.

Corações em Fase Terminal - Fabiane Ribeiro

A resenha de hoje é de uma parceira muito querida e super atenciosa aqui do blog, Fabiane Ribeiro. Estou muito feliz em resenhar, pela primeira vez, um livro de parceria.
Editora: E-book
Ano: 2011
Nº de páginas: 117
Avaliação: ☻☻☻☻☺
E-book cedido pela autora
Quando comecei a ler o livro de Fabiane, não sabia ao certo o que esperar dele, mas não esperava o que de fato aconteceu. É um livro leve, rápido, aquele que você lê e quando se dá conta, já está no fim. Uma linda história de reconhecimento, esperança e força de vontade para voltar a viver.

Em meio a tantos livros internacionais que lemos por ai, com referências que não fazem parte de nossa vida cotidiana, é gostoso abrir as páginas e vermos informações tão familiares, pelo menos para mim, como Morro da Urca e Jardim Botânico. Sinto-me presente, viva na história. Fabiane tem um jeito incrível de conduzir a história, fazendo com que você sinta cada emoção da personagem. Ela descreve todos os lugares tão detalhadamente e com tanta perfeição, que é impossível não imaginarmos tudo em nossa mente inconscientemente. Adorei que ao longo do livro, aparecem algumas ilustrações representando mais claramente os pontos citados e descritos no livro.

A história já inicia mostrando Cátia, uma jovem de classe média que tinha tudo muito fácil em sua vida e por tudo ser tão perfeito, acaba fazendo escolhas erradas e quase acaba com a própria vida. Mergulhada no mundo das drogas, álcool, cigarro, acaba levando junto consigo para o fundo do poço, os seus pais que tanto lutam para tentar recuperar a filha e tirá-la desse caminho obscuro. As brigas entre ela e os pais eram constantes e em uma dessas brigas, Cátia sobe para o seu quarto e em um acesso de fúria quebra espelhos e outras coisas que vê em seu caminho, até que cansada ela cai sobre a cama e adormece por três segundos. Três segundos que equivalem a três séculos na cidade que Cátia está agora. Ela acorda num lugar que nunca tinha visto antes, vê-se refletida num espelho, onde ela aparece sentada vestindo uma roupa cinza, abraçando os joelhos e com o olhar vazio. Sobre a mesa que se encontrava no centro do quarto, havia uma caixa dourada que chamou muito a atenção de Cátia, e ao abri-la, ela viu o seu coração manchado, fraco, doente.

Conte-me seus sonhos - Sidney Sheldon

Título original: Tell me your dreams
Editora: Record
Ano: 1998
Nº de páginas: 348
Avaliação: ☻☻☻☻☺
Sinopse do SKOOB
O que você faria se fosse acusada de cinco assassinatos seguidos de castração tendo a certeza de não ter cometido nenhum deles? E nem ao menos se lembrar de ter estado com as vítimas no momento de suas mortes? Em Conte-me seus sonhosAshley Patterson é acusada e presa, suspeita de cometer uma série de assassinatos que ela jura não ter cometido.

Ashley Patterson nasceu na Pensilvânia, mas mora em Cupertino. É especialista em Design Gráfico e trabalha na Corporação Global de Computação Gráfica. Logo no início do livro, ela demonstra por diversas vezes a sensação de estar sendo seguida por alguém, porém nunca vê ninguém suspeito por perto.

Toni Prescott nasceu em Londres e também mora em Cupertino. Trabalha na mesma empresa de Ashley, mas detesta tanto a Ashley quanto o seu trabalho. Adora cantar, tocar e falar mal de Ashley. Toni começa a conversar com homens pela internet, até que um belo dia ela conhece Jean Claude Parent, que mora em Quebec. Foi o primeiro homem com quem Toni levou as conversas adiante e trocou fotografias. Toni e Jean Claude se conhecem, finalmente, quando ela vai à Quebec em uma convenção de informática. Depois de vários dias almoçando juntos e conhecendo Quebec, Toni sai para jantar com Jean Claude. Ele a convida para ir a sua casa, mas ela acha que está muito cedo para isso.

Novidades #1: Fabiane Ribeiro

Pessoal, recebi um e-mail da escritora Fabiane Ribeiro, parceira aqui do blog, com algumas novidades sobre seus livros. Ela estava em processo de mudança de editora com seu livro Xadrez e por conta dessa mudança, seu livro está de capa nova e título também. O nome do livro agora é Jogando xadrez com os anjos. Ela informou que exemplares da edição com a capa antiga de Xadrez e a versão impressa de Corações em Fase Terminal esgotaram, sendo assim o primeiro só será vendido agora com a nova capa e título e o segundo apenas em sua versão e-book. 

Bom, Jogando xadrez com os anjos já está em pré-venda na Livraria Saraiva e seu lançamento será no dia 12 de agosto, na Bienal do Livro em SP, das 11h às 12h, no estande da Universo do Livro. Para quem mora em SP e/ou vai à Bienal, valerá muito a pena, pois além do lançamento, a partir das 12h, terá um evento para blogueiros no estande da editora. E no dia 17 de agosto, Fabiane estará autografando seu livro também no mesmo local e horário.

E a outra novidade é que A gente ama, a gente sonha é o novo livro da Fabiane que está sendo revisado e será lançado em versão e-book.

Precisamos Falar Sobre o Kevin (2011)

Título original: We Need To Talk About Kevin
Elenco: Tilda Swinton, John C. Reilly, Ezra Miller, Jasper Newell, Rock Duer, Ashley Gerasimovich, Ursula Parker, entre outros.
Duração: 110 minutos
Avaliação: ☻☻☺☺☺
Sinopse: Eva (Tilda Swinton) é mãe de Kevin (Ezra Miller), adolescente que cometeu assassinato em massa em sua escola. Sem conseguir entender as ações do filho, ela tenta lidar com sua dor e o sentimento de culpa, por se sentir responsável pelo fato.
Sempre achei muito difícil falar sobre algo que tenha me agradado, pois me conquista de todas as formas e me deixa sem palavras para descrever. Porém, esse filme me fez perceber o quanto pode ser bem complicado falar de algo da qual não gostei e não me conquistou em nada.

Eu li muitas resenhas tanto do livro quanto do filme e todas que vi, sem exceção, de alguma maneira, destacava positivamente esta obra. Mas o mesmo não acontecerá comigo. Pelo menos, em relação ao filme. Tenho certeza que o livro deve ser beeem melhor, pois o que mais me incomodou não foi algo ruim na história, mas sim na construção das cenas, ou seja, minha crítica aqui não será para Lionel Shriver, mas para Lynne Ramsay, diretora e roteirista do filme.

Li uma crítica no Jornal do Brasil, de autoria de Filipe Quintans, que Lynne Ramsay “contrariou até as expectativas da própria escritora Lionel Shriver e adaptou um livro ‘inadaptável’”. Bom, depois de assistir o filme, imagino que seja um livro “inadaptável” mesmo. Mas pretendo lê-lo para tirar algumas dúvidas que ficaram me martelando.

O filme já começa com Eva (Tilda Swinton) sozinha, limpando sua casa e carro que estão sujos de tinta vermelha, e de acordo com o que mostra de seu dia a dia, parece ser crucificada por todos os vizinhos por motivos que ainda desconhecemos. Então, é aí que começam flashbacks dos acontecimentos de sua vida alternados entre o passado e o presente.


Conhecemos Franklin (John C. Reilly), Kevin(Rock Duer/Jasper Newell/Ezra Miller) e Celia (Ashley Gerasimovich)  – marido e filhos de Eva, respectivamente. Ao contrário da esposa, Franklin tinha um desejo enorme de ser pai. Desde que Kevin nasceu, a relação dele com a mãe sempre foi muito complicada. Eva o levava na rua e ele não parava de chorar um segundo, mas era só ir para os braços do pai que não se ouvia um ruído. Conforme ele foi crescendo isso ficou cada vez mais evidente. Franklin passava a mão na cabeça de Kevin em tudo o que ele fazia e sempre tentava justificar seu comportamento... bem, completamente psicopata. Eva, coitada, sempre acabava sendo a vilã da história.

Vamos sendo apresentados aos acontecimentos dessa família até que chegamos à situação atual de Eva, depois de tudo o que aconteceu em sua vida. Kevin comete um crime, quase um massacre, em sua escola. Depois disso, voltamos para o presente de Eva e podemos entender um pouco o que ocorre com ela. Todas as pessoas a olham de maneira desagradável e parecem que, de alguma maneira, a acusam das atitudes de seu filho. Será que Eva possui alguma parcela de culpa no comportamento de seu filho? Ou será que, neste caso, o culpado poderia ser o pai? Aquele que está o tempo todo defendendo o filho, sempre lhe dando razão, justificando seus atos? E para completar, aquele que lhe deu a arma do crime e lhe ensinou a usá-la. O que eu, particularmente, percebi foi uma mãe que não queria ser mãe, mas teve que aprender e estava sempre se esforçando para isso. Sempre tentando cativar seu filho, tentando aproximar-se dele de alguma forma, mas o menino, para mim, era o capeta em forma humana. Aliás, em forma de gente, pois me recuso a classificar aquele indivíduo como um ser humano. Na minha mais que humilde opinião, não penso que nenhum dos dois seja o culpado, pois, para mim, Kevin é doente e totalmente fora do normal desde o início. Não gostava da mãe nem da irmã e acredito que nem do pai. Acho que, na verdade, Franklin foi apenas conveniente para o Kevin em determinado tempo. Quando ele conseguiu o que queria e aprendeu o que lhe era necessário aprender, Franklin deixou de ter importância na vida do filho.


Lendo assim, a história parece ser mais que instigante e interessante, né? Concordo, e por isso disse que pretendo ler o livro para tirar minhas verdadeiras conclusões sobre essa obra. Como expliquei anteriormente, não estou criticando autora do livro e sim a diretora do filme. Não gostei da maneira como arranjaram e organizaram as cenas. O filme é praticamente desenrolado em flashbacks e isso me desagradou muito, pois fiquei confusa em muitos momentos. Outra coisa que não gostei foi a falta de detalhes nos acontecimentos. Celia, irmã de Kevin, sofre um acidente em casa. Por percebermos o comportamento mais que sombrio do Kevin, desconfiamos de que ele tenha sido o culpado por isso, mas em momento nenhum nos é mostrado o que aconteceu realmente e como aconteceu. Até a Eva, conhecendo o filho, o acusa para seu marido, mas ele como sempre, o defende. Quando Kevin vai à escola no dia do crime, também não vemos nenhuma cena de como tudo ocorreu lá dentro. A presença de cenas que poderiam ser perfeitamente substituídas por essas fez com que eu me irritasse bastante assistindo. Com isso, achei um filme longo e, ao mesmo tempo, corrido. Nada é mostrado, tudo é subentendido. Quando algo estimulante finalmente acontecia... puft! Ficava apenas com as cenas em minha imaginação.

RECADO: Pessoal, abri vaga para que as pessoas possam se candidatar para fazer parte do blog junto comigo. Por enquanto, apenas uma seção está aberta (eventos). Gostaria de compartilhar esses eventos com vocês, porém é muito difícil eu conseguir ir aos eventos, principalmente os de fora do RJ que é onde eu moro. Bom, para saber mais informações sobre as inscrições, é só clicar no banner aqui do lado.
E não esqueçam de participar da Promoção 50 seguidores!

Novas Parcerias


Adriana Vargas
Formada em Direito pela UCDB; residente em Campo Grande – MS. Adriana escreve desde os sete anos de idade. Teve participações com menções honrosas em diversos concursos literários. Autora das obras: O Oitavo Pecado, O Voo da Estirpe, O segredo de Eva, Borboletas na Primavera, Encontro de Alma e Inocence, A Sociedade Secreta. Coordenadora do Clube dos Novos Autores e Agente Literária da MODO Editora. Tem como meta lutar pela ascensão literária no Brasil.

Skoob | Site







O Oitavo Pecado
Editora: MODO Editora Tradicional
Nº de páginas: 198
Ano: 2011
Sinopse: O que se faria por amor? Um anjo caído em busca de seu grande amor... Alguém terá que pagar por isso... Somente o mais forte sobreviverá. Henaph nasceu com a missão de guardar o Jardim, porém, ao se deparar com o seu Mestre de ensinamentos, Deus Hermes, que a prepararia para a sua missão, abdicou de tudo, até mesmo de sua imortalidade para viver este grande amor, cometendo o Oitavo Pecado, em nome de uma paixão, porém, ao conhecer Minos, o rei de Creta, se envolve em um instigante triângulo amoroso; nas malhas de uma paixão proibida, que a obrigará a fazer uma escolha entre o verdadeiro amor, ou volta da imortalidade. Entre a missão e a paixão, Henaph precisará fazer uma escolha... O que ela escolherá?


New Girl

A série é estrelada por Zooey Deschanel como Jessica "Jess" Day, uma garota esquisita e adorável que descobre que o namorado a trai e por isso precisa arrumar um novo lugar para morar. Ela acaba arrumando um lugar onde moram três homens: Nick, um barman; Schmidt, um conquistador profissional, e Winston, um jogador de basquete. Completam este grupo improvável a esperta amiga modelo de Jess, Cece. Juntos, os amigos tentam ajudar Jess a aprender sobre o amor, a vida e principalmente sobre si mesma, enquanto ao mesmo tempo, eles aprendem mais sobre si mesmos.
Gente, eu posso resumir essa série em uma palavra: maravilhosa. Eu não levava nenhuma fé nela e também tinha acabado de começar. Conforme foram saindo os novos episódios e eu assistia, fui me envolvendo cada vez mais na história e simplesmente me apaixonei. Os episódios são bem curtinhos - média de 20 minutos - e isso só faz o telespectador querer mais e mais e mais. Eu, por exemplo, poderia assistir um episódio da série com mais de 1 hora de duração que eu não iria nem perceber o tempo passando, pois ela te envolve de uma forma incrível. Fora que é uma série de comédia e é, realmente, engraçada. A coisa mais difícil que tem para mim é achar graça nessas séries e/ou filmes de comédia. É incrível, não consigo rir de nada, é cada coisa boba... Mas em New Girl é diferente. Eu simplesmente me escangalho de rir com as crises do Nick, com as frescuras (e bota frescura nisso!) do Schmidt, das besteiras que o Winston fala e, lógico, dos pensamentos autistas e das musiquinhas da Jess. Ela tem mania de criar musiquinhas para tudo, mas isso é mais para o início da série, depois ela para um pouco com isso e fica um pouco mais normal... bem pouco mesmo porque não dá para ser muito normal morando com esses três caras loucos.

 
Caroline Curi 2012-2013 Todos os direitos reservados ~ Design desenvolvido por Caroline Curi